LOGOMARCA DO ATELIER DE ARTE E RESTAURAÇÃO

LOGOMARCA DO ATELIER DE ARTE E RESTAURAÇÃO

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

A Linda cidade ÒBIDOS-PA


  • todos aqui do meu Blog sabem o quanto eu sou apaixonada por Portugal.principalmente pela Vila de Óbidos.  aqui, no Brasil, temos uma cidade de òbidos também. ela fica situada no estado do Pará.(ela é considerada a cidade mais Portuguesa da linha do Equador) bem interessante né? fui pesquisar mais um pouco da história de Óbidos Pa. agora vou mostrar para vcs leitores deste blog. Um abraço!Virginia Carriero. ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Óbidos é uma das cidades paraenses tidas como "irmã" de Portugal. É que no continente europeu existe também um lugar conhecido como Vila de Óbidos, a 95 km de Lisboa. Além da herança do nome, a Óbidos do Pará herdou muita coisa do colonizador português. As ruas estreitas e ladeirosas, as mercearias de esquina e os amplos sobrados e casarios que datam do século XVII, XVIII, XIX e XX são alguns dos retratos de Portugal em plena Amazônia. A cidade, localizada na parte mais estreita e profunda do Rio Amazonas, é uma pedida para quem gosta de história, aventura e natureza. Um lugar fascinante que você vai conhecer a partir de agora.


Passear pelas ruas de Óbidos é voltar no tempo. Cada um de seus monumentos conta um pouco da história da cidade, fundada por volta de 1697. O Forte Pauxis, símbolo da fundação do município, é um desses prédios históricos. Exatamente onde existia uma tribo de índios, a dos Pauxis, foi erguido o forte, que pode ser avistado por aqueles que chegam de barco em Óbidos. O ponto era estratégico para a consolidação do domínio português na Amazônia por ser ali a parte mais estreita do Rio Amazonas (1,8 km) e mais profunda também (cerca de 75 km). A partir da construção do forte, qualquer embarcação que por lá passasse era intimada a parar para a cobrança do dízimo devido à Coroa Real Portuguesa.

Do Forte Pauxis é possível ainda avistar a Serra da Escama, onde foi erguida a Fortaleza Gurjão, construída para guarnecer e defender a região dos invasores. Além do fator histórico, a serra, com sua floresta ainda intocada, é uma excelente opção para os amantes de aventura.

Outro importante símbolo de valor histórico para o município é o Quartel do Exército onde serviu o então tenente Leônidas Cardoso, pai do presidente FHC, após o movimento do Tenentismo.  Sua construção, que data de 1909, foi tombada em 1998 pelo Governo do Estado como Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural. A Igreja de Nossa Senhora de Sant´Ana é outro marco da colonização religiosa portuguesa em Óbidos. Por influência dos religiosos dos Capuchos da Piedade, irmandade vinda da cidade do Porto para catequizar os índios Pauxis, a santa foi escolhida como protetora da região e para ela foi erguida uma igreja em fevereiro de 1827. Também para homenageá-la é realizado, todos os anos, no segundo domingo do mês de julho, o Círio de Sant´Ana. O evento reúne centenas de romeiros da cidade e de municípios vizinhos.
A Capela do Bom Jesus, erguida na parte mais alta da cidade, nasceu de uma promessa dos obidenses e foi testemunha de um dos episódios históricos mais importantes da Amazônia: a Cabanagem, movimento que aconteceu entre os anos de 1831 e 1840, deixando milhares de mortos. Os cabanos chegaram em Óbidos depois de terem tomado Santarém, Monte Alegre e Alenquer, cidades vizinhas ao município. Em Óbidos, eles tiveram permissão de desembarcar depois de se anunciarem como "amigos", porém, na calada da noite, tomaram o Forte e apossaram-se de armas. Houve saques e assassinatos. Sob o comando do Padre Raimundo Sanches de Brito e de seu irmão, também religioso, Antônio Manuel Sanches de Brito, os rebeldes foram expulsos. Como promessa, os obidenses decidiram erguer a capela para que a cidade fosse poupada de novos ataques cabanos. 

Os belos casarios bem ao estilo português também estão no roteiro histórico de Óbidos. Há dezenas deles por toda a cidade. Alguns, localizados nas esquinas, servem de comércio, outros são mantidos como residências. Por causa de suas edificações de origem lusitana, Óbidos é considerada a cidade mais portuguesa na linha do Equador.


  • Passado guardado ao ar livre

    A história de Óbidos está nas ruas, em painéis espalhados por prédios históricos. É o Museu Contextual, uma idéia da Secretaria Executiva de Cultura do Estado, desenvolvida em parceria com a Universidade Federal do Pará. Na fachada dos principais monumentos da cidade há um painel com informações que narram a importância de cada um deles. São relatos sobre a construção, os proprietários e seus moradores, além de outros fatos relevantes. Há, ainda, fotos do passado. É a história preservada ao ar livre.
    Fonte www.nossopara.com.br



terça-feira, 1 de abril de 2014

ALEIJADINHO

http://www.hojeemdia.com.br/minas/imagens-sacras-de-aleijadinho-n-o-podem-ser-vendidas-nem-sair-do-brasil-1.231254

CANONIZAÇÃO DO PADRE ANCHIETA

http://blog.cancaonova.com/saopaulo/2014/04/01/canonizacao-do-beato-jose-de-anchieta-programacao-sao-paulo/




domingo, 2 de fevereiro de 2014